Follow by Email

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Watercolor I - "Softness" / Aguarelas I - "Suavidades"

  This is my first post of watercolors. Art that I embraced in 2007 as a complement to photography.
  A preview of what will be my first solo exhibition of watercolors. Also my first exhibition of 2012.  Softness is its title and will be open to the public in D Diogo de Sousa Museum in Braga.

  At first it's a white sheet.
  Simply WhiteA dirty white.
  Moistened with water, clear and transparent.
  A drop of blue dropped, drifting gently glides on the paper, creating abstract figures. Then another and another in a rainbow of colors that bind to and intertwined with each other, gently, forming a single palette.
  At the end the dirty white, turned into color. The softness of the color.
  This is the essence of watercolor, the art of transparency, the elixir of soft paint. The ecstasy of the  artist who produces it, to see his masterpiece completed.

 Esta é a minha primeira mensagem sobre aguarela. Arte que abracei em 2007 como complemento à fotografia.
 Uma antevisão do que vai ser a minha primeira exposição individual de aguarelas. Também a minha primeira exposição de 2012.
 Suavidades é o seu titulo e vai estar patente ao público no Museu D Diogo de Sousa em Braga.

 No começo é uma folha branca.
 Simplesmente branca. De um branco sujo.
 Humedecida em água, límpida e transparente.
 Uma gota de cor azul deixada cair à deriva desliza suavemente pelo papel, formando figuras abstractas. Depois outra e mais outra em arco-íris de cores que se ligam e misturam entre si, com suavidade, formando uma paleta única.
 No final o branco sujo, transformou-se em cor. A suavidade da cor.
 Isto é a essência da aguarela, a arte da transparência, o elixir suave da pintura. O êxtase maior do artista que a produz, ao ver a sua obra de arte finalizada.
Luís Reina

(This text had been written for the exposition - "Softness", for D Diogo de Sousa Museum in Braga, /Texto de suporte à exposição "Suavidades", para o Museu D Diogo de Sousa em Braga e escrito de acordo com a antiga ortografia)

Foggy Day / Dia de Nevoeiro (2011)
Light in the Forest / Luz no Bosque (2011)
Blue Forest I / Floresta Azul I
Autumn Flowers / Flores de Outono (2010)
Wild Flowers / Flores Campestres (2011)
Spring Birds / Aves da Primavera (2011)
Mandala II / Mandala II (2010)
Complicity in the Harem / Cumplicidade no Harém (2010)
Walk / Caminhada (2011)
Reflections in the Lake / Reflexos no Lago (2010)
Anchored / Ancorados (2010)
Autumn Oporto I / Porto Outonal I (2010)
Cotton Flowers / Flores de Algodão (2011)
Oak Forest / Floresta de Carvalhos (2011)
Mandala of Love / Mandala do Amor (2010)
Boats I / Barcos I (2011)
























 



Sem comentários:

Enviar um comentário